últimos artigos

5 referências literárias em Friends

Friends foi uma série do gênero sitcom, criada por David Crane e Marta Kauffman, e transmitida pela NBC nos Estados Unidos da América entre os anos de 1994 e 2004. Ambientada na cidade de Nova York, os episódios com duração de até 30 minutos cada, mostravam a vida de um grupo de amigos jovens adultos e seus dilemas dentro de uma das maiores cidades do mundo. Ao longo das suas dez temporadas, foram muitas as referências feitas a outras obras, incluindo clássicos da literatura. Separamos, em uma lista, cinco livros citados ao longo das temporadas e seus respectivos episódios.

Temporada 3, episódio 13: "The One Where Monica And Richard Are Just Friends"


Rachel, que mora no apartamento à frente de onde mora Joey, visita-o para pedir algo emprestado e, quando abre o freezer de seu amigo, encontra uma edição do livro O Iluminado, de Stephen King, guardada ali. Ao perguntar se aquele é um local adequado para se guardar um livro, Joey comenta sobre o medo que sentiu lendo uma das principais obras de terror da literatura norte-americana, acrescentando que já a releu muitas vezes e, mesmo assim, sempre se sente apavorado com o enredo. Rachel comenta que o único livro que já releu muitas vezes foi Mulherzinhas, clássico de Louisa May Alcott, e os amigos fazem um acordo: se Joey ler Mulherzinhas, Rachel terá que ler O Iluminado


Mulherzinhas, clássico de 1868, se passa durante a Guerra Civil Americana, a partir da ida do pai da família March para o combate, que deixa para trás sua esposa e filhas, sendo toda a narração focada em seus dramas familiares e seus desejos como mulheres em formação. Separado em duas partes, o livro já foi adaptado para o cinema e para a TV diversas vezes. 

O Iluminado, livro publicado em 1977, narra a chegada de Jack Torrance ao seu novo emprego temporário como zelador do Hotel Overlook. Acompanhado da família, seu filho começa a demonstrar habilidades que podem levar a estadia no local a uma catástrofe.


Temporada 4, episódio 9: "The One Where They're Going To Party!"


Chandler e Ross estão animados com uma ligação de um amigo em comum, que frequentou a universidade com eles. Quando dizem seu apelido, Joey demonstra não entender a referência com Gandalf, personagem de O Senhor dos Anéis, e Ross acha absurdo alguém não ter lido a obra de Tolkien durante o ensino médio. 

O Senhor dos Anéis, de J. J. R. Tolkien, série cuja primeira edição foi publicada em 1954, aborda o conflito da Terra Média: a luta entre diferentes raças e os Orques em busca do anel do poder, que pode retornar às mãos do Senhor Sombrio. 


Temporada 5, episódio 9: "The One With Ross's Sandwich"


Phoebe encontra um clube de leitura associado a aulas sobre as obras lidas, e convida Rachel para começar a participar com ela. Sua amiga, no entanto, não consegue conciliar a leitura, as aulas, e sua rotina particular. Então, para continuar acompanhando Phoebe, pergunta sobre o que falam os livros antes de entrarem nas aulas. Quando o professor passa a fazer perguntas sobre as obras, Rachel sempre as responde com base no que sua amiga conta para ela, deixando Phoebe sem ter como dar as respostas certas na aula. Para se vingar, Phoebe passa a contar as histórias com erros: Jane Eyre, por exemplo, passa a ter ciborgues.

Jane Eyre, escrito por Charlotte Brontë, foi publicado pela primeira vez em 1847, e tem como protagonista Jane, uma órfã que se torna governanta na residência dos Rochester, onde se apaixona pelo patrão. 

Apesar de não ser um clássico, na temporada 6, durante o episódio 14, "The One Where Chandler Can't Cry (2)": com dificuldades para se abrir emocionalmente, Chandler passa a ler Canja de Galinha Para a Alma, de Jack Canfield, um autoajuda com 89 histórias para repensar a vida e o mundo.

Você também pode conferir a nossa thread no Twitter oficial do Querido Clássico sobre este assunto.

Imagem de destaque, thread e adaptação para texto: Tati Ferrari 

Tati
Estudante que ainda não sabe o que vai ser quando crescer. Escreve na internet há mais tempo que se lembra. Sonha com um mundo mais literário e justo.

Comentários

Formulário para página de Contato (não remover)