últimos artigos

E não sobrou nenhum: uma experiência de leitura

Agatha Christie é uma das mulheres mais incríveis da história, muito além do seu tempo. Dona de casa, porém suas aspirações eram muito maiores, iam além do aconchego do seu lar. Passou por muitos problemas, inclusive financeiros, mas sua garra e determinação eram maiores do que tudo. Sua mãe foi uma ferrenha incentivadora na vida da escritora mais famosa de romances policiais.

A escritora tinha um espírito livre, sedento por conhecimento. Viajou e se aventurou por muitos países e continentes. Sua formação como enfermeira e o conhecimento de diversos venenos permitiram a ela incrementar seus romances, dando maior credibilidade aos fatos.

Era fascinada pelo Oriente, o Cairo era referência em muitas obras, inclusive em sua autobiografia ela deixa isso evidente. Dentre vários romances que venho lendo, isso desde 1980, tenho que citar aquele que é considerado como o romance policial mais famoso de todos os tempos, inclusive pela polêmica gerada sobre o título sob o qual foi publicado no Brasil pela primeira vez (O caso dos dez negrinhos). O livro agora leva o nome da tradução literal, E não sobrou nenhum

Dez pessoas são convidadas por um anfitrião desconhecido para passarem uns dias numa casa em uma ilha deserta. Apesar de desconhecido, esse anfitrião consegue fazer com que todos aceitem seu convite e embarquem nessa “aventura”. Cada convidado possui um segredo do passado que é do conhecimento do misterioso anfitrião.

Um a um, eles acabam sendo assassinados das formas mais diversas e bizarras, algumas até indecifráveis a uma análise clínica. Só havia dez pessoas na ilha, as dez são mortas, quem é, então, o assassino?

Uma trama envolvente, arrebatadora para quem, assim como eu, ama um bom romance policial e Agatha Christie. Cada livro lido é uma nova aventura, cada detalhe, cada descrição, todo o conjunto de qualquer obra dessa incrível escritora é emocionante. 



E não sobrou nenhum será uma das nossas leituras do Clube do Livro Querido Clássico. Para conferir todos os livros que leremos, clique aqui. Se quiser participar do nosso grupo do Clube do Livro no telegram, clique aqui



Texto: Isaura Henriques 
Imagem de destaque: Mia Sodré 
Mia
Jornalista e pessoa da internet há uma década. Editora e analista literária, quando não está lendo escreve sobre clássicos e sobre mulheres na história. Pesquisa o gótico no século XIX. Vive em Porto Alegre, onde está há vinte e poucos anos ajudando na entropia do universo.

Comentários

Formulário para página de Contato (não remover)